VERSÃO BRASILEIRA

Gee, Officer Krupke (Guarda Krupke)

In Leonard Bernstein, Stephen Sondheim, West Side Story on 31/05/2013 at 8:00 AM
  • Musical: West Side Story
  • Música e Letra Original: Leonard Bernstein e Stephen Sondheim
  • Versão: Claudio Botelho

ACTION:
Meu caro guarda Krupke,
Você tem que entender
Que hoje a gente é fruto
De quem nos fez sofrer
A mãe da gente bebe
O pai já senta o pau
Claro, veja porque a gente é mau

ACTION & JETS:
Seu guarda, tá vendo
Que a gente cresceu
Mas casa com carinho
A gente nem conheceu

A gente precisa
De muita atenção
Pois lá no fundo a gente é bom

ACTION:
Muito bom!

TODOS:
Muito bom, muito bom, bom, bom
Bem no fundo a gente é muito bom!

ACTION:
Meu caro magistrado
Meus pais faziam assim:
Com tanto baseado
Não davam um só pra mim
Ninguém me quis no mundo
Mas eu apareci
Torto, porco: eis como eu cresci

DIESEL:
Guarda, se toca
Que o jovem tantã
Não tem que ir pra cadeia
Mas deitar no divã
É tudo neurose
Precisa tratar
Ou o coitadinho vai pirar

ACTION:
Vou pirar!

TODOS:
Vai pirar, a gente vai pirar
Coitadinho, a gente vai pirar!

ACTION:
Meu pai é um pamonha
Mamãe não fica atrás
Vovô fuma maconha
Vovó bebe aguarrás
A mana faz a barba
O mano usa batom
Mas é claro que eu saí do tom

DIESEL:
Veja, seu guarda
É fácil entender
O que o rapaz precisa
É de emprego qualquer
A sociedade
Fez dele um robô
Com a autoestima de um cocô

ACTION:
Um robô

TODOS:
Um robô, somos um robô
Com a autoestima de um cocô

ACTION:
Querida assistente
Me mandam trabalhar
De caixa ou de atendente
Das nove até cansar
Não é que eu seja contra
Mas tenho indigestão
Chama outro pra bater cartão

BABY JOHN (COMO ASSISTENTE SOCIAL):
Veja seu guarda
Não é bem assim
Emprego não resolve
É só cadeia e fim
Não serve conversa
Não tira, nem põe
Pois lá no fundo o tipo é ruim

ACTION:
Ah, eu sou ruim!

BABY JOHN (COMO ASSISTENTE SOCIAL):
Ele é ruim

TODOS:
Eu sou ruim, muito ruim, ruim, ruim
Bem no fundo a gente é muito ruim!

DIESEL:
De fato, é um estrupício

A-RAB:
De fato, é um beberrão

BABY JOHN (COMO ASSISTENTE SOCIAL):
De fato, é só do vício.

DIESEL:
É pura podridão

A-RAB:
De fato, tá crescendo

BABY JOHN (COMO ASSISTENTE SOCIAL):
De fato, já cresceu

TODOS:
Não tem jeito
Foi pro beleléu

Por isso seu guarda
Com a gente não dá
A gente não tem jeito
E nunca vai consertar

Seu guarda, desiste
Seu time perdeu…
Xi! Olha seu guarda
Fodeu!

Brotherhood of Man (Clube dos Irmãos)

In Como vencer na vida sem fazer força, Frank Loesser on 13/03/2013 at 9:00 AM
  • Musical: Como vencer na vida sem fazer força (How to succeed in business without really trying)
  • Música e Letra Original: Frank Loesser
  • Versão: Claudio Botelho

FINCH:
Alguns de nós tem seus cartões
E outros têm franquias
São membros, sócios, são chefões
De tantas confrarias

Cada qual já tem lugar
Num clube que convém
Mas eu pretendo apresentar
Um clube mais além

Bem-vindo ao…
Clube dos irmãos
Todo mundo no clube dos irmãos
Pois sempre tem lugar
Pra quem não tem lugar
No velho clube dos irmãos

Você precisa só chegar
Preto, branco, judeu, ateu, cristão
Tem nada pra pagar
Tem tudo pra ganhar
No velho clube dos irmãos

Um cara é meio estúpido
O outro é um bobalhão
Tem gente que devia estar
Talvez limpando o chão

Cada qual tem seu lugar
Num grupo que é maior
Mediocridade é o bem comum
O ruim não é o pior

FINCH & COMPANHIA:
Eu (eu) sou (sou) do (do)…
Clube dos irmãos
Onde todo pateta vai brilhar

FINCH:
Pois sempre tem lugar
Pra quem não tem lugar

COMPANHIA:
No velho clube dos irmãos

WOMPER & COMPANHIA:
Que lindo!
Todo mundo no clube dos (É isso, mano)
Irmãos (Que grande, mano)
É o clube onde todos são irmãos
(Oh yes, oh yes)

COMPANHIA:
E tem pra todos nós
Os contras e os prós

WOMPER:
O grande clube dos irmãos

WOMPER & COMPANHIA:
E vem, quem entra aqui jamais
Tá só
Todo mundo se dando, então
As mãos
É uma corrente, um nó (Sim, tem pra mim)
É como um corpo só (Tem pra você)
O grande clube dos irmãos

SMITTY:
Há um sentimento
De desprendimento
Tudo é 100%, oh brother!
Sim, tem pra mim
Tem pra você
Yeah, pa pa pum pan pa-ra…

COMPANHIA & SMITTY:
Há um sentimento (Ah você, você não vai pagar, não)
De desprendimento (E ainda sai ganhando)
Tudo é 100%, oh brother (Oh, yeah)
Sim, tem pra mim (É uma corrente, um nó)
Tem pra você (É como um corpo só)

SMITTY & COMPANHIA:
O grande clube… (Brother) Sister

COMPANHIA:
Sister, sister, sister, sister! Yeah!

COMPANHIA & SMITTY:
Quem entra aqui (Ahhhh…)
Jamais tá só
Todo mundo se dando, então (Todo mundo se dá)
As mãos (As mãos)
É uma corrente, um nó (Sim, tem pra mim)
É como um corpo só (Tem pra você)
O grande clube dos irmãos

Quem entra aqui
Jamais tá só
Todo mundo se dando, então
As mãos
É uma corrente, um nó
É como um corpo só
O grande clube dos irmãos
Irmãos, irmãos!

Make Him Mine (Ele é Meu)

In As Bruxas de Eastwick, Dana P. Rowe, John Dempsey on 12/03/2013 at 11:00 PM
  • Musical: As Bruxas de Eastwick (The Witches of Eastwick)
  • Música e Letra Original: Dana P. Rowe e John Dempsey
  • Versão: Claudio Botelho

ALEXANDRA:
Ai, se eu puder

JANE:
Ai, se eu rezar

SUKIE:
Se depender do que eu sonhar

ALEXANDRA, JANE & SUKIE:
Alguém na porta vai bater

ALEXANDRA:
E quando a porta então se abrir

SUKIE:
Eu vejo quem?

ALEXANDRA:
Sim, olha ali

JANE:
A lua ouviu

SUKIE:
A lua ouviu

ALEXANDRA:
O que eu sonhei

JANE:
O que eu sonhei

SUKIE:
Ai, Deus

ALEXANDRA, JANE & SUKIE:
De repente ele surgiu!

ALEXANDRA:
Ao poder do pensamento positivo.

SUKIE & JANE:
Ao poder!

ALEXANDRA:
É só pensar
E ele vem pra mim

JANE & SUKIE:
Igualzinho ao sonho

ALEXANDRA:
Bom, bonito

JANE:
Sem chatisse

SUKIE:
Grande e fortão

ALEXANDRA, JANE & SUKIE:
É só pensar
E ele diz pra mim

ALEXANDRA:
Bem no meu ouvido

JANE:
Tudo bem baixinho

SUKIE:
Fala e me dispara…

ALEXANDRA, JANE & SUKIE:
…o coração!

E ele é meu, todo meu
Meu demônio mais secreto
E eu juro que ele é Deus
Ele é meu
Presente colorido
Que a vida me deu
São todos os homens num só
E ele é meu

É só pensar
E ele vem pra mim
Alguém bateu na porta

ALEXANDRA:
Só mistério

JANE:
Só segredo

SUKIE:
Pra decifrar

ALEXANDRA, JANE & SUKIE:
É só chamar
E ele encosta em mim

ALEXANDRA:
E de um jeito novo

JANE:
Que não tem mais jeito

SUKIE:
E eu já quero mais

ALEXANDRA, JANE & SUKIE:
E não posso esperar

JANE:
Chegou pra mim

ALEXANDRA, JANE & SUKIE:
Bem ali
Tão perfeito
Cabeça aos pés
É todo bom
Dentro e fora então,
É nota dez

É pra pra beijar
E é bom de papo

SUKIE:
Um corpo assim

JANE:
E sabe ler

ALEXANDRA:
E até falar

SUKIE:
Tem mão de homem

JANE:
Num terno azul

ALEXANDRA:
E adora cães

SUKIE:
E faz café

JANE:
E tem um emprego

ALEXANDRA:
E compra o pão

SUKIE:
Jamais roncou

JANE:
Bem grandão

ALEXANDRA & SUKIE:
Que me abraçou

ALEXANDRA, JANE & SUKIE:
E nunca mais largou

E ele é meu
Só pra mim
Carne e osso entrou no filme
Que a vida fez pra mim
E no fim
É o príncipe perfeito
E é todo plebeu
São todos os homens num só
E ele é meu

ALEXANDRA:
Eu vou pensar

JANE:
Eu vou dizer

SUKIE:
E lá no céu

ALEXANDRA:
A lua vê

JANE & SUKIE:
E a lua faz…

ALEXANDRA, JANE & SUKIE:
…acontecer
São todos os homens num só
É ele é meu
Só meu

E ele é meu!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 102 outros seguidores